Auto-sabotagem!

Auto-sabotagem!
16 de Janeiro, 2018 2 Comments Finanças atiopatinhas

Carissimos,

Vocês fazem sabotagem? Não? De certeza? Nem na dieta?! Não sofrem com o tipico pensamento de “já que …” ?! Se não o fazem possivelmente conhecem alguem que já está individado até os cabelos mas foi comprar um carrinho novo já que o antigo já tinha mais de 5 anos, ou mudou de casa para uma mansao qualquer.

Se o nosso orçamento ja paga todas contas e sobra 0, secalhar ja tomamos umas quantas decisões menos inteligentes. De certo que quase todos já passamos por isso, já que há certas coisas que desejamos e vemos todos fazer e acabamos por seguir a “manada”. Não podemos fazer e pensar da mesma maneira que fazemos nas dietas, não podemos ter aquele momento em acabamos de comer uma batata a mais e “já que já estraguei tudo..” e enfardamos tudo o que aparece a frente. Com a dieta é ligeiramente mais simples visto que depois passamos os proximos dois dias a fazer jejum a ver se conseguimos compensar o excesso, mas quando o assunto é dinheiro não há jejum que nos salve!

Este tipo de pensamento e maneira de viver tem que acabar! Fim ao pensamento “Já que..” e “Mas o *inserir aqui o nome* tambem tem”!! Ponderem é melhor estarmos todos individados para o vizinho ver que temos um mercedes OU uma vida mais “simples” onde não queremos saber o que vizinho pensa? Eu cá ia para a segunda mas isto sou eu…

Temos de parar, pensar e deixar de nos sabotar a nos próprios. Todos temos a possibilidade de viver uma boa vida, sem andarmos sempre com a corda na garganta. Logo, antes de qualquer compra, vejam se realmente ela cabe no orçamento ou se vamos ter de fazer artes mágicas e malabarismos caso o carro decida avariar!

Boas sabotagens!

Tags
Sobre o autor
Leave Comment
  1. 1

    A Mulher do 31

    Estou aqui pela primeira vez. Vim de visita a partir do Minorkisses. Este texto fez-me recordar algo que na tem a ver com finanças, mas com este mesmo pensamento que pode estar presente em tantas outras situações da nossa vida, como a dieta. Lembrei-me de ter iniciado um programa de 12 sessões de ginásio para diminuir a barriga. Fui com uma meta. Quando cheguei à sessão 11 e não estava perto dessa meta ainda, pensei “bem, já só tenho mais uma sessão, por isso não vale a pena esforçar-me!, mas depois outra vozinha soou dentro da minha mente “exactamente por estares quase no fim é que tens de dar tudo, independemente de não atingires o objectivo.” Nós auto-sabotamo-nos constantemente, e se não estamos alerta, entramos nesse jogo (auto sabotagem) e resultado será sempre: derrota.

    Responder
    1. 1

      atiopatinhas

      Olá A Mulher do 31,
      obrigado pela visita e espero que venhas cá mais vezes.
      Realmente é algo muito Português esta atitude derrotista, temos sonhos muito grandes mas pouco estofo para aguentar quando não corre tudo logo como queremos.
      Tiveste uma óptima atitude em continuar com as sessões e finalizar algo que te comprometeste, é esse o espírito!!
      Assim que tenha dois minutos livros passo pelo teu 🙂

      Responder

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *